INSTITUTO PORTUGUÊS DE ACREDITAÇÃO
Informação geral
Acreditação L0424
Referencial NP EN ISO/IEC 17025
[As acreditações para o referencial em causa encontram-se em transição da sua versão de 2005 para a de 2018 - Consulte as Circulares 5/2018 e 1/2019]
Entidade Administração Regional de Saúde do Alentejo, I.P. - Laboratório de Saúde Pública do Alentejo
Sigla ARS Alentejo - ARSA, I.P.
Data de Concessão 2006-12-29
Certificado em vigor 2020-09-26
Contacto Dr.ª Margarida Passanha
Locais abrangidos
Endereço Hospital do Espírito Santo, Edifício do Patrocínio – 4º Piso Av. Infante D. Henrique
7000-811 Évora
Distrito Évora
Telefone 266741 044/5
Fax
E-mail lsp.evora@arsalentejo.min-saude.pt
Endereço Rua 1º de Maio Edifício do Antigo Sanatório
7300-205 Portalegre
Distrito Portalegre
Telefone 245328575
Fax
E-mail lsp.portalegre@arsalentejo.min-saude.pt
Endereço Rua D. José do Patrocínio Dias
7800-053 Beja
Distrito Beja
Telefone 284313420/284327697
Fax
E-mail lsp.beja@arsalentejo.min-saude.pt
Âmbito de acreditação - Local: 7000-811 Évora
Anexo técnico em vigor: 2020-09-26

Produto

Ensaio

Método

Categoria

[ Águas ]

Águas de Consumo  Determinação de Dureza Total
Titulimetria 
NP 424:1966 
Águas de Consumo  Determinação de Potássio
Fotometria de Chama 
SMEWW 3500-K B, 23ª Edição 
Águas de Consumo  Determinação de Sódio
Fotometria de Chama 
SMEWW 3500-Na B, 23ª Edição 
Águas de Consumo  Determinação de Sulfatos e Fluoretos
Eletroforese Capilar 
PT E Q 017 (2018-05-09)equivalente ao SMEWW 4140 B, 23ª Edição 
Águas de Consumo e Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares)  Determinação de Amónio
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
ISO 7150-1:1984 
Águas de Consumo e Naturais Doces (superficiais, subterrâneas)  Determinação de Ferro
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
NP 2202:1996 
Águas de Consumo e Naturais Doces (superficiais, subterrâneas)  Determinação de Sulfatos
Espectrometria de Absorção Molecular 
LAE 7.50.2, 10ª Edição 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (exceto balneares), Processo e de Piscina  Pesquisa de legionella pneumophila
RT-PCR 
ISO 12869:2019 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (exceto balneares), Processo e Piscina  Quantificação de legionella pneumophila
RT-PCR 
ISO 12869:2019 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Processo  Enumeração de microrganismos viáveis – número de colónias a (22 ± 2)ºC
Incorporação 
ISO 6222:1999 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Bactérias Coliformes
Membrana Filtrante 
ISO 9308-1:2014; Amd 1:2016 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Estafilococos Coagulase Positiva
Membrana Filtrante 
NP 4343:1998 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação Total de Estafilococos
Membrana Filtrante 
NP 4343:1998 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Pseudomonas aeruginosa
Membrana filtrante 
PT E-M-005 (2019-04-29) 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas), Processo e Piscina  Enumeração de microrganismos viáveis – número de colónias a (36 ± 2)ºC
Incorporação 
ISO 6222:1999 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Bactérias Coliformes
Membrana filtrante 
PT E-M-002 (2019-04-29) 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Enterococos intestinais
Membrana filtrante 
ISO 7899-2:2000 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas), Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Escherichia coli
Membrana filtrante 
PT E-M-002 (2019-04-29) 
Águas de Consumo, Minerais Naturais, Nascente, Processo e Piscina  Pesquisa e Quantificação de Escherichia coli
Membrana Filtrante 
ISO 9308-1:2014; Amd 1:2016 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais e subterraneas) e Piscina  Determinação de Cloretos
Eletroforese Capilar 
PT E Q 017 (2018-05-09)equivalente ao SMEWW 4140 B, 23ª Edição 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais e subterrâneas) e Processo  Pesquisa e Quantificação de Clostridium perfringens
Membrana filtrante 
ISO 14189:2013 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de Cloretos
Titulimetria 
NP 423:1966 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de Condutividade
Condutimetria 
NP EN 27888:1996 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de pH
Potenciometria 
PT E-Q-001 (2018-05-09) 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterraneas e balneares)  Determinação de Nitratos
Eletroforese Capilar 
PT E Q 017 (2018-05-09)equivalente ao SMEWW 4140 B, 23ª Edição 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares)  Determinação de Nitratos
Espectrometria de Absorção Molecular 
SMEWW 4500-NO3 B, 23ª Edição 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares)  Determinação de Nitritos
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
NP EN 26777:1996 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares) e Piscina  Determinação da Turvação
Turbimetria 
ISO 7027-1:2016 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas)  Determinação da Cor
Espectrometria de Absorção Molecular 
ISO 7887:2011 - C 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficias, subterrâneas) e Piscina  Determinação de Oxidabilidade
Titulimetria 
NP 731:1969 
Âmbito de acreditação - Local: 7300-205 Portalegre
Anexo técnico em vigor: 2020-09-26

Produto

Ensaio

Método

Categoria
Águas de Consumo  Determinação de Fósforo Total
Espectrometria de Absorção Molecular 
PT P-Q-014 (2016-05-03) 
Águas de Consumo  Determinação de Sulfatos
Espectrometria de Absorção Molecular 
LAE 7.50.2, 10ª Edição 
Águas de Consumo e Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Alcalinidade
Titulimetria 
NP 421:1966 
Águas de Consumo e Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Ferro
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
NP 2202:1996 
Águas de Consumo e Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Manganês, Cobre, Crómio, Cádmio, Níquel, Chumbo, Alumínio
Espectrometria de Absorção Atómica com câmara de grafite 
PT P-Q-017 (2018-05-10) equivalente ao SMEWW 3113-B, 23ª Edição 
Águas de Consumo e Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Nitratos
Espectrometria de Absorção Molecular 
SMEWW 4500-NO3 B, 23ª Edição 
Águas de Consumo e Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares)  Determinação de Amónio
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
ISO 7150-1:1984 
Águas de Consumo, Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Cor
Espectrometria de Absorção Molecular 
ISO 7887:2011 - C 
Águas de Consumo, Naturais Doces (subterrâneas)  Determinação de Dureza Total
Titulimetria 
NP 424:1966 
Águas de Consumo, Naturais Doces (subterrâneas) e Piscina  Determinação de Condutividade
Condutimetria 
NP EN 27888:1996 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais e subterrâneas) e Piscina  Determinação de Oxidabilidade
Titulimetria 
NP 731:1969 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de Turvação
Turbidimetria 
ISO 7027-1:2016 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas e balneares)  Determinação de Nitritos
Espectrofotometria de Absorção Molecular 
NP EN 26777:1996 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de Cloretos
Titulimetria 
NP 423:1966 
Águas de Consumo, Naturais Doces (superficiais, subterrâneas) e Piscina  Determinação de pH
Potenciometria 
PT P-Q-001 (2018-05-10) 
Notas

Local

Notas
7000-811 Évora - PT X-X-XXX indica procedimento interno do Laboratório.
- “LAE" indica “L’ Analyse des Eaux”
- “Método interno equivalente é aquele que tem a mesma área de aplicação (parâmetros e matrizes) e que cumpre as características de desempenho, obtendo resultados comparáveis ao(s) método(s) normalizado(s) junto indicado(s)”. A mesma frase deve constar dos relatórios de ensaio e certificados de calibração que invoquem a equivalência entre os métodos internos acreditados e os métodos normalizados que constam do Anexo Técnico de Acreditação.
- A acreditação para uma dada norma internacional abrange a acreditação para as correspondentes normas regionais adotadas ou nacionais homologadas (i.e., “ISSO abc” equivale a “EN ISSO abc” e “NP EN ISSO abc” ou UNE EN ISSO abc, NF EN ISSO abc, etc…)
"SMEWW" - "Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater"
7300-205 Portalegre - PT X-X-XXX indica procedimento interno do Laboratório.
- “LAE" indica “L’ Analyse des Eaux”
- “Método interno equivalente é aquele que tem a mesma área de aplicação (parâmetros e matrizes) e que cumpre as características de desempenho, obtendo resultados comparáveis ao(s) método(s) normalizado(s) junto indicado(s)”. A mesma frase deve constar dos relatórios de ensaio e certificados de calibração que invoquem a equivalência entre os métodos internos acreditados e os métodos normalizados que constam do Anexo Técnico de Acreditação.
- A acreditação para uma dada norma internacional abrange a acreditação para as correspondentes normas regionais adotadas ou nacionais homologadas (i.e., “ISO abc” equivale a “EN ISO abc” e “NP EN ISO abc” ou UNE EN ISSO abc, NF EN ISSO abc, etc…)
"SMEWW" - "Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater"
7800-053 Beja "SMEWW" - "Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater"
Categorias
0 - ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório
1 - ensaios realizados fora das instalações do laboratório ou em laboratórios móveis
2 - ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório e fora destas