INSTITUTO PORTUGUÊS DE ACREDITAÇÃO
Informação geral
Acreditação L0070
Referencial NP EN ISO/IEC 17025:2005
Entidade Instituto de Soldadura e Qualidade - Laboratório de Materiais
Sigla ISQ - LABMat
Data de Concessão 1994-09-12
Certificado em vigor 2007-04-20
Contacto Engª Carla Costa
Locais abrangidos
Endereço Av. Prof. Dr. Cavaco Silva, 33 Taguspark – Oeiras
2740-120 Porto Salvo
Distrito Lisboa
Telefone 21 422 81 38
Fax 21 4228121/ 21 4228104
E-mail labmat@isq.pt
Endereço Rua do Mirante nº 258
4415-491 Grijó
Distrito Porto
Telefone 227471950/55
Fax 22 7455778
E-mail
Âmbito de acreditação - Local: 2740-120 Porto Salvo
Anexo técnico em vigor: 2017-06-20

Produto

Ensaio

Método

Categoria

[ Metais e ligas metálicas ]

Aços duplex  Detecção de fases intermetálicas  ASTM A923: 2014
Método C 
Aços inoxidáveis  Avaliação da susceptibilidade à corrosão intergranular  ASTM A262: 2015
Método E 
Aços inoxidáveis  Avaliação da susceptibilidade à corrosão intergranular  ISO 3651-2:1998 
Aços inoxidáveis e ligas de níquel  Avaliação da susceptibilidade à corrosão por picadas e intersticial  ASTM G48: 2015
Método C 
Aços inoxidáveis e ligas de níquel  Avaliação da susceptibilidade à corrosão por picadas e intersticial  ASTM G48 - 2015
Método A 
Ligas de aluminio e magnésio  Alongamento após rotura utilizando ensaio de tração
- até 500 kN 
ASTM B 557M - 15 
Ligas de aluminio e magnésio  Tensão de cedência utilizando ensaio de tração
- até 500 kN 
ASTM B 557M - 15 
Ligas de aluminio e magnésio  Tensão de rotura utilizando ensaio de tração até
- até 500 kN 
ASTM B 557M - 15 
Ligas de Níquel  Avaliação da susceptibilidade à corrosão intergranular  ASTM G28: 2015
Método A 
Materiais metálicos  Alongamento após rotura utilizando ensaio de tração
- até 500 kN 
EN 2002-1:2005 
Materiais metálicos  Classificação de imperfeições em soldadura por fusão  ISO 6520-1: 2013 
Materiais metálicos  Classificação de imperfeições geométricas em soldadura com pressão  ISO 6520-2: 2013 
Materiais metálicos  Coeficiente de estrição utilizando ensaio de tração
- até 500 kN 
EN 2002-1:2005 
Materiais metálicos  Determinação de dureza Brinell (2,5/62,5 HBW)  ISO 6506-1: 2014 
Materiais Metálicos  Determinação de fracção volúmica por contagem pontual  ASTM E 562:2011 
Materiais metálicos  Dobragem  ISO 15630-1:2010, Secção 6 
Materiais metálicos  Dobragem  ASTM A370:2016
Secção 14 
Materiais metálicos  Ensaio de choque em provete entalhado Charpy
- 150 J; 300 J 
EN ISO 148-1:2010
ASTM E 23:2016
ASTM A370: 2016
Secção 20 a 29 
Materiais metálicos  Ensaio de dobragem
- até 500 kN 
NP 173: 1996
ASTM E 290:2009
ISO 7438: 2016
PE-LABMAT/UEM/03, Ver.2 de 2015-11-03 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza com equipamentos portáteis  PE-LABMAT/UMC/14 Rev. 2 de 2015-05-26 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza em juntas soldadas  ISO 9015-1:2001 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza Rockwell  ISO 6508-1: 2015 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza Vickers  ISO 6507-1: 2005
ASTM E 92-82: 2016 
Materiais metálicos  Ensaio de fadiga de elevado n.º de ciclos (HCF)
- F ≤ 500 kN
- Temperatura ambiente 
ASTM E466:2015 
Materiais metálicos  Ensaio de fluência em vácuo e atmosfera inerte  ASTM E139: 2011
ISO 204: 2009 
Materiais metálicos  Ensaio de fluência
- F ≤ 20 kN
- T ≤ 800 ºC 
ASTM E139- 2011
ISO 204: 2009 
Materiais metálicos  Ensaio de tracção à temperatura ambiente
- até 500 kN
- ReH; Rp; Rm; A; E 
ISO 6892-1: 2009 (método A e B)
ASTM E8/E8M:2015
ASTM A370:2016
Secção 6 a 14 
Materiais metálicos  Ensaio uniaxial de tracção
- F ≤ 30 kN
- T ≤ 800 ºC
- ReH; Rp; Rm; A; E 
ISO 6892-2:2011
(método B) 
Materiais Metálicos  Exame macrográfico e micrográfico em juntas soldadas  ISO 17639:2003 
Materiais Metálicos  Execução de réplicas metalográficas  ISO 3057: 1998
PE-LABMAT/UMC/21 Rev. 1 de 2014-10-16 
Materiais Metálicos  Redobragem  ISO 15630-1:2010, Secção 7 
Materiais metálicos  Tensão de rotura utilizando ensaio de tração
- até 500 kN 
EN 2002-1:2005 
Materiais metálicos  Tracção
- Re0.2; Reh; Rm; Agt; A 
ISO 15630-1:2010, Secção 5 
Materiais metálicos e poliméricos  Ensaio de nevoeiro salino  ISO 9227:2012 
Materiais metálicos e poliméricos  Ensaio de nevoeiro salino  ASTM B117:2016 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio de arranque (Peel-test)
- até 500 kN 
PE-LABMAT/UEM/08 Rev. 1 de 2014-11-04
(ASME IX:2013 (secções QW-196.2.2, QB-170 a 172)) 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio de dobragem
- até 500kN
-temperatura ambiente 
ASTM A370:2016
Secção 15 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio de dobragem.
- até 500 kN
- Temperatura ambiente 
PE-LABMAT/UEM/03, Ver.2 de 2015-11-03
API 1104:2013 secções 5.6, 6.5, 8.2, 10.3, 12.8, 13.2.3, B.2.4 excepto B.2.4.4
ASME IX:2015 (secções QW-160 a 163, QB-160 a 163)
ASTM E190-92: 2008
ISSO 5173:2009 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio de fractura.
- até 500 kN
- Temperatura ambiente 
PE-LABMAT/UEM/07 Rev. 1 de 2014-11-04
ASME IX:2015 (secções QW-181, QW-182)
EN ISSO 9017:2013
EN ISSO 5817: 2014
EN ISSO 10042:2005 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio uniaxial de tracção.
- até 500 kN 
PE-LABMAT/UEM/01 Rev. 3 de 2016-03-26 
Soldaduras em materiais metálicos  Nick-Break
- até 500 kN
- Temperatura ambiente 
PE-LABMAT/UEM/06 Rev. 1 de 2014-11-04
(API 1104:2013 secções 5.6, 6.5, 8.2, 10.3, 12.8, 13.2.3, B.2.4 excepto B.2.4.4) 
Soldaduras em materiais metálicos  Tracção
- Rm 
API 1104:2013(secção 5.6, 6.5, 8.2, 10.3, 12.8, 13.2.3, B.2.4 excepto B.2.4.4) 
Soldaduras em materiais metálicos  Tracção
- Rm 
ASME IX:2015 (secções QW-150 a 153, QB-150 a 153) 

[ Plásticos, borrachas e derivados ]

Materiais Termoplásticos  Ensaio de arranque  EN 12814-4: 2001 
Materiais Termoplásticos  Ensaio de dobragem  EN 12814-1: 1999 - AC 2013 
Materiais Termoplásticos  Ensaio de tracção
- Rm 
EN 12814-2: 2000 
Âmbito de acreditação - Local: 4415-491 Grijó
Anexo técnico em vigor: 2017-06-20

Produto

Ensaio

Método

Categoria

[ Metais e ligas metálicas ]

Aços  Determinação do teor em carbono, silício, manganês, fósforo, enxofre, crómio, molibdénio, níquel, alumínio, boro, cobalto, cobre, nióbio, titânio, vanádio e tungsténio. Espectrometria de emissão óptica por faísca.  PE-LABMAT/UMC/26 Rev. 5 de 2016-06-29 
Juntas soldadas metálicas  Ensaio de dobragem  ISO 5173:2009
ASME IX:2013
(secção QW-160 a 163, QB 160 a 163)
API 1104: 2010 (secções 5.6, 6.5, 8.2, 10.3, 12.8, 13.2.3, B.2.4 exceto B.2.4.4)
ASTM E190:2014
PE-LABMAT/UEM/03, Ver.2 de 2015-11-03 
Materiais metálicos  Classificação de imperfeições em soldadura por fusão  ISO 6520-1: 2013 
Materiais metálicos  Classificação de imperfeições geométricas em soldadura com pressão  ISO 6520-2: 2013 
Materiais Metálicos  Determinação da composição química por fluorescência de raios-X  PE-LABMAT/UMC/22 Rev. 5 de 2016-06-29 
Materiais Metálicos  Determinação da fracção volúmica por contagem pontual  ASTM E 562:2011 
Materiais metálicos  Ensaio de dobragem  NP 173: 1996
ASTM E 290:2014
ISO 7438: 2016
PE-LABMAT/UEM/03, Rev.2 de 2015-11-03
ASTM A370:2016 secção15 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza em juntas soldadas  ISO 9015-1:2001 
Materiais Metálicos  Ensaio de dureza Vickers  ISO 6507-1: 2005
ASTM E 92-82: 2016 
Materiais Metálicos  Exame macrográfico e micrográfico em juntas soldadas  ISO 17639:2003 
Soldaduras em materiais metálicos  Ensaio de dobragem
- até 500kN
-temperatura ambiente 
ASTM A370:2016
Secção 15 
Notas

Local

Notas
2740-120 Porto Salvo - PE-LABMAT indica método interno do laboratório, que quando assinalado com (1) é baseado no(s) documento(s) normativo(s) junto indicado(s).
- ASME – American Society of Mechanical Engineers
- API – American Petroleum Institute
4415-491 Grijó - PE-LABMAT indica método interno do laboratório, que quando assinalado com (1) é baseado no(s) documento(s) normativo(s) junto indicado(s).
- ASME – American Society of Mechanical Engineers
- API – American Petroleum Institute
Categorias
0 - ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório
1 - ensaios realizados fora das instalações do laboratório ou em laboratórios móveis
2 - ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório e fora destas